Atuação fisioterapêutica durante período de internação hospitalar em pacientes diagnosticados com COVID-19: uma revisão sistemática

Conteúdo do artigo principal

Caroline Luiza Albertini Silva
Vaneide Ferreira da Silva
Paula Nunes Cordeiro Soares
Gislene Gomes da Silva
Patricia Martins Franciulli

Resumo

Uma série de casos de pneumonia de etiologia desconhecida foi notificada a Organização Mundial da Saúde pela China em 31 de dezembro de 2019. Devido a rápida disseminação geográfica da doença, em 11 de março de 2020, a doença causada pelo Coronavírus 2019 foi classificada como uma pandemia, quando já havia mais de 115 países com casos declarados de infecção. A fim de compreender e acompanhar os relatos da literatura sobre o papel da fisioterapia com pacientes diagnosticados com COVID-19 na fase hospitalar, o objetivo deste estudo foi fazer uma revisão sistemática da literatura sobre o tema, sob a justificativa de propiciar informações aos profissionais para melhora da atuação fisioterapêutica nessa população. A busca sistemática foi realizada entre julho e agosto de 2020, utilizando a base de dados do MedLine/PubMed e LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), sendo a seleção dos estudos efetuada de acordo com os parâmetros descritos pelo método PRISMA. Foram incluídos artigos que abordaram intervenções fisioterapêuticas para o manejo adequado durante a internação hospitalar de pacientes com diagnóstico confirmado de COVID-19. Dado os resultados, evidencia-se que o papel do fisioterapeuta é crucial no enfrentamento à Covid-19. Destaca-se que, embora haja diferença do escopo de atuação do fisioterapeuta em diferentes países, as técnicas devem consistir na prevenção e no tratamento de complicações respiratórias, manutenção da força muscular e funcionalidade do paciente hospitalizado. Ainda que cada faixa etária tenha a sua especificidade, as técnicas fisioterapêuticas são similares, baseando-se sobretudo no uso de oxigenoterapia, de ventilação mecânica não invasiva e invasiva, sendo também a mobilização precoce e exercícios respiratórios essenciais ao decorrer do tratamento. Assim, conclui-se que maiores atualizações devem ser feitas à medida que novas formas de tratamento da doença são encontradas, bem como descobre-se as consequências da mesma.

Detalhes do artigo

Como Citar
Ferreira Mafra, N., Albertini Silva, C. L., Ferreira da Silva, V. ., Nunes Cordeiro Soares, P. ., Gomes da Silva, G., & Martins Franciulli, P. (2020). Atuação fisioterapêutica durante período de internação hospitalar em pacientes diagnosticados com COVID-19: uma revisão sistemática. Revista Brasileira De Ciências Biomédicas, 1(3), 156–169. https://doi.org/10.46675/rbcbm.v1i3.30
Seção
ARTIGOS EM FLUXO CONTÍNUO

Referências

Lu H., Stratton CW., & Tang, Y. W. Outbreak of pneumonia of unknown etiology in Wuhan, China: The mystery and the miracle. Journal of medical virology, v. 92, n. 4, p. 401-402, 2020. DOI: 10.1002/jmv.25678.

UNIVERSIDADE ABERTA DO SUS - UFMA. Principais ações e estratégias governamentais diante da COVID-19. In: UNIVERSIDADE ABERTA DO SUS - UFMA.O novo coronavírus e a COVID-19. São Luís: Abril, 2020.

Lu R., Zhao X., Li J., Niu P., Yang B., Wu H., & Bi Y. Genomic characterisation and epidemiology of 2019 novel coronavirus: implications for virus origins and receptor binding. The Lancet, v. 395, n. 10224, p. 565-574, 2020. DOI: 10.1016/S0140-6736(20)30251-8

Sohrabi C., Alsafi Z., O’Neill N., Khan M., Kerwan A., Al-Jabir A., & Agha R. World Health Organization declares global emergency: A review of the 2019 novel coronavirus (COVID-19). International Journal of Surgery, 2020. DOI: 10.1016/j.ijsu.2020.02.034

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância epidemiológica emergência de saúde pública de importância nacional pela doença pelo coronavírus 2019 [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2020 [citado 2020 jun 1]. 34 p. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/06/GuiaDeVigiEp-final.pdf

World Health Organization (WHO). WHO Director-General’s remarks at the media briefing on 2019-nCoV on 11 February 2020. [cited 2020 Feb 12] Available from: https://www.who.int/dg/speeches/detail/who-director-general-s-remarks-at-the-media-briefing-on-2019-ncov-on-11-february-2020

Struyf T., Deeks JJ., Dinnes J., Takwoingi Y., Davenport C., Leeflang MM., & Domen J.; Signs and symptoms to determine if a patient presenting in primary care or hospital outpatient settings has COVID‐19 disease. Cochrane Database of Systematic Reviews, n. 7, 2020. DOI: 10.1002/14651858.CD013665

Xia W., Shao J., Guo Y., Peng X., Li Z., & Hu D.; Clinical and CT features in pediatric patients with COVID‐19 infection: Different points from adults. Pediatric pulmonology, v. 55, n. 5, p. 1169-1174, 2020. DOI: 10.1002/ppul.24718

Inoue S., Hatakeyama J., Kondo Y., Hifumi T., Sakuramoto H., Kawasaki T., & Kenmotsu Y.; Post‐intensive care syndrome: its pathophysiology, prevention, and future directions. Acute Medicine & Surgery, v. 6, n. 3, p. 233-246, 2019.

da Silva JL., Filoni EFE., & Suguimoto CM.; Análise do incremento da força muscular para reaquisição de ortostatismo em idosos com síndrome do imobilismo temporário. Acta Fisiátrica, v. 24, n. 3, p. 113-119, 2017. DOI: 10.5935/0104-7795.20170021

Wei Y., Zeng W., Huang X., Li J., Qiu X., Li H., & Li C.; Clinical characteristics of 276 hospitalized patients with coronavirus disease 2019 in Zengdu District, Hubei Province: A single-center descriptive study. 2020.

Qin W., Sun J., Xu P., Gong T., Li X., Liu L., & Chang H.; The descriptive epidemiology of coronavirus disease 2019 during the epidemic period in Lu'an, China: achieving limited community transmission using proactive response strategies. Epidemiology & Infection, v. 148, 2020. DOI: 10.1017/S0950268820001478

Silva e Silva CMD., Andrade ADN., Nepomuceno B., Xavier DS., Lima E., Gonzalez I., & Almeida RDS.; Evidências científicas sobre Fisioterapia e funcionalidade em pacientes com COVID-19 adulto e pediátrico. Rev. bras. crescimento desenvolv. hum, 2020. DOI: 10.7322/jhgd.v30.10086

Felten-Barentsz KM., van Oorsouw R., Klooster E., Koenders N., Driehuis F., Hulzebos E. H., & van der Wees PJ. Recommendations for hospital-based physical therapists managing patients with COVID-19. Physical therapy, v. 100, n. 9, p. 1444-1457, 2020.

Joseph T., Moslehi MA. International pulmonologist’s consensus group on COVID-19. Associate Prof. & Interventional Pulmonologist. Amrita Institute of Medical Sciences, Kochi, Kerala, Índia, 2020.

Musumeci MM., Martinez BP., Nogueira IC., & Alcanfor T. Recursos fisioterapêuticos utilizados em unidades de terapia intensiva para avaliação e tratamento das disfunções respiratórias de pacientes com COVID-19. ASSOBRAFIR Ciência, v. 11, n. Suplemento 1, p. 73-86, 2020.

Robinson CC., Rosa RG., Kochhann R., Schneider D., Sganzerla D., Dietrich C., & Menezes SFD. Qualidade de vida pós-unidades de terapia intensiva: protocolo de estudo de coorte multicêntrico para avaliação de desfechos em longo prazo em sobreviventes de internação em unidades de terapia intensiva brasileiras. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, v. 30, n. 4, p. 405-413, 2018.

Aquim EE., Bernardo WM., Buzzini RF., de Azeredo NSG., da Cunha LS., Damasceno MCP., & Nemer SN. Brazilian guidelines for early mobilization in intensive care unit. Revista Brasileira de terapia intensiva, v. 31, n. 4, p. 434, 2019.

Martinez BP., & de Andrade FMD. Estratégias de mobilização e exercícios terapêuticos precoces para pacientes em ventilação mecânica por insuficiência respiratória aguda secundária à COVID-19. ASSOBRAFIR Ciência, v. 11, n. Suplemento 1, p. 121-131, 2020.

Ferranti JF., Rodriguez IS., Motta E., Johnston C., Carvalho WBDB., & Delgado AF. Beyond ventilatory support: challenges in general practice and in the treatment of critically Ill children and adolescents with SARS-CoV-2 infection. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 66, n. 4, p. 521-527, 2020.

Thomas P., Baldwin C., Bissett B., Boden I., Gosselink R., Granger CL., & Ntoumenopoulos G. Physiotherapy management for COVID-19 in the acute hospital setting: clinical practice recommendations. Journal of Physiotherapy, 2020.

Lanza FC., & Ribeiro SNS. Aspectos epidemiológicos e atuação do fisioterapeuta na prevenção e tratamento da COVID-19 na população infantil em ambiente hospitalar. ASSOBRAFIR Ciência, v. 11, n. Supl1, p. 205-211.

Helioterio MC., Lopes FQRDS., Sousa CCD., Souza FDO., Freitas PDSP., Sousa FN., & Araújo TMD. COVID-19: por que a proteção da saúde dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde é prioritária no combate à pandemia? SciElo Preprints, 2020. Acesso em: 2 nov. 2020.

Matte DL., Cacau L., da Fonseca Reis LF., & Assis MC. Recomendações sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) no ambiente hospitalar e prevenção de transmissão cruzada na COVID-19. ASSOBRAFIR Ciência, v. 11, n. Supl1, p. 47-64, 2020.

Oliveira VM., Piekala DM., Deponti GN., Batista DCR., Minossi SD., Chisté M., & Vieira SRR. Checklist da prona segura: construção e implementação de uma ferramenta para realização da manobra de prona. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, v. 29, n. 2, p. 131-141, 2017.

Meng L., Qiu H., Wan L., Ai Y., Xue Z., Guo Q., & Liu H.. Intubation and ventilation amid the COVID-19 outbreak: Wuhan’s experience. Anesthesiology, v. 132, n. 6, p. 1317-1332, 2020.

Borges DL., Rapello GVG., Deponti GN., & de Andrade FMD. Posição prona no tratamento da insuficiência respiratória aguda na COVID-19. ASSOBRAFIR Ciência, v. 11, n. Supl1, p. 111-120, 2020.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)